sexta-feira, 11 de julho de 2008

Narrando e Aprendendo

A minha trajetória como contadora de histórias começou quando recebi um convite inusitado da Criançartes - a escola da minha filha - propondo que os familiares participassem de uma aula, levando algo que pudesse interessar às crianças. Quando eu comecei a pensar em algo para levar, lembrei do interesse que os livros despertam na minha pequena e decidi levar para a creche os livros que ela mais gostava. Foi um prazer tão grande que eu tive vontade de voltar mais vezes, principalmente após receber os abraços daquelas crianças tão especiais.

Algum tempo depois, descobri uma creche linda que funciona em um casarão na Álvaro Ramos e parei para perguntar o preço da mensalidade, imaginando que seria uma fortuna. A resposta me impressionou: o valor é simbólico porque essa creche atende apenas as crianças carentes - ela foi montada por empresários que desejavam oferecer para as crianças de baixa renda um espaço de alta qualidade. Não pensei duas vezes antes de me oferecer como voluntária e ceder duas horas por semana para atuar como contadora de histórias. Esse trabalho abriu um portal para o universo da literatura infantil. As crianças da creche e a minha filha acabam tendo acesso a uma variedade de preciosos livros: são quatro títulos diferentes por mês. Várias pessoas me ajudam a escolher as obras, uma delas é a eficiente bibliotecária da Escola Parque Barra. Ela observa atentamente a reação das crianças e seleciona para mim as obras que mais provocaram encantamento. Recentemente ela me sugeriu um livro que fez muito sucesso: "Viviana, Rainha do Pijama" de Steve Webb. No link abaixo você pode conhecer essa bela história que foi filmada e editada por Luis Santos, o meu grande parceiro, narrada por mim e pela Luisa, a minha doce filha:

2 comentários:

Rose disse...

Luis/Sil, vocês são realmente tudo o que uma criança precisa como pais ! Sinto muito orgulho de fazer parte dessa família tão linda que vocês estão construindo. A idéia foi original e muito representativa do que vocês são como pessoas e, principalmente, como pai e mãe da Luisa, que a cada dia que passa está mais segura e criativa devido ao grande carinho que vocês partilham com ela. Beijos com todo o meu amor, Rose.

Lais disse...

Nossa, Sil, que vídeo lindo!!
Adorei!!
Você parece uma excelente contadora de histórias e a Luísa está uma fofa!!!

Beijos,

Laís