domingo, 24 de janeiro de 2010

No Oco do Toco


ontem saímos apressados para o shopping da Gávea para assistir a peça As Incríveis Aventuras do Oco do Toco, mas Luluty dormiu no caminho. Desci com ela no colo e corri para o teatro falando baixinho no ouvido dela para que acordasse tranquila. Quando finalmente chegamos, o espetáculo já havia começado. Bastou que ela olhasse para o palco, para que ficasse com os olhos arregalados, atentos ao belíssimo figurino, às danças e canções afinadamente executadas pelos atores.


A segunda adaptação do Oco do Toco conta a história de uma turminha de insetos unidos para salvar um papagaio mudo que havia sido capturado por uma caçadora dondoca. Nessa aventura, a borboleta Ritinha, vivida graciosamente por Giulia Nadruz, é capturada. Para salvar a borboleta e o papagaio, os insetos precisarão de muita coragem, da ajuda do professor Pica-Pau e do hilário guarda florestal: o único humano do bem da história.


Como Luluty adora musicais, ela costuma ficar da cadeira imitando os movimentos dos atores. A peça é pura ação e esse dinamismo prendeu a atenção dela durante todo o espetáculo. Posso garantir que vale o investimento nessa primorosa produção que nos brinda com uma peça infantil de qualidade e bom gosto.





Posted by Picasa

Um comentário:

atnadruz disse...

Oi, Sil!
Nossa, muito obrigada por esse belíssimo post sobre a peça.
Fico muito feliz de vc e a Luluty terem ido e gostado tanto!
Vou mandar seu texto para a Bárbara Heliodora se inspirar! hahahahaha
Bjo grande
Giulia Nadruz